braganeto1965@hotmail.com

braganeto1965@hotmail.com

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

DO MEU LIVRO: “Lágrimas do meu Tempo Bom”


No meu livro “Lágrimas do Meu Tempo Bom”, recordo com emoção os parques de diversões nas festas de fim de ano, com cavalinhos, cadeirinhas giratórias, roda gigante, barracas com algodão doce, tiro ao alvo e as argolas que eu jogava sob as cédulas para ganhar dinheiro ou brindes, tudo isso na pequena e pacata cidade de Serraria, onde desfrutei minha infância.

Foram nessas festas que descobri também, meu talento por microfone.

A monitoração do sistema de alto-falantes dos Parques, São José e São Jorge, que ambos todos os anos chegavam à cidadezinha na última semana do ano e tocavam lindas músicas, tinha a locução para pedidos musicais comandada pelo meu amigo, locutor Leno Santos, filho do saudoso José dos Santos.

Eu até ajudava a montar os parquinhos, ao lado dos meus amigos Valter Pereira (hoje mora em Solânea) e Paizinho (Filho do Seu Manoel Massalino), para ganhar um alô no microfone.

Foi assim que lembro até hoje, o dia 31 de dezembro de 1977, à noite, que falei pela primeira vez em um microfone, durante uns 3 minutos, na cabine de som do Parque São Jorge, depois de insistir e quase estressar o comunicador Leno.

Claro que depois dessa, a festa foi só de alegria para mim à noite toda.

As lágrimas que caem agora dos meus olhos com essas lembranças, são as “Lágrimas do Meu Tempo Bom", que passou e não volta jamais. (Braga Neto)

Nenhum comentário:

Postar um comentário