braganeto1965@hotmail.com

braganeto1965@hotmail.com

terça-feira, 19 de novembro de 2013

CIDADE DE GUARABIRA: Interno do Presídio João Bosco Carneiro produz cordel durante Semana Cultural


Realidade e desafios de uma vida, este é o título do cordel escrito pelo reeducando do Presídio Padrão João Bosco Carneiro, em Guarabira, André Cardoso Gomes, que é estudante do oitavo ano do Programa de Educação de Jovens e Adultos, que é ligado à coordenação da educação em prisões, da Secretaria Estadual de Educação (SEE).
O livro, que foi lançado durante a Semana Cultural Paulo Freire, foi produzido pela Secretaria de Administração penitenciária (Seap).

O livreto de cordel relata a história de vida do autor, que resgata lembranças da sua infância na casa dos avós, quando segundo ele, foi uma época feliz, quando o mesmo era bastante dedicado aos estudos e se destacava na sala de aula.
Em outra parte, o autor relata a sua inserção ao mundo do crime, quando o seu pai foi assaltado e ele matou os dois assaltantes e pouco tempo depois foi parar na prisão.
No final do livreto, ele traz à tona a sua retomada aos estudos e a vontade de mudar de vida e seguir um novo caminho.

Para o secretário de Administração penitenciária, Wallber Virgolino, o estímulo a estas atividades é imprescindível no processo de ressocialização de pessoas em situação de cárcere.
“A ressocialização através da educação é uma das mais importantes ferramentas que temos para minorar os problemas do sistema prisional e principalmente, de evitar a reincidência ao mundo do crime, uma vez que o acesso à informação promove mudança de mentalidade e a possibilidade das pessoas que cometeram crimes, de refletir e traçar novos horizontes”.

O reeducando André Cardoso Gomes, que é autor do cordel, agradeceu a oportunidade de publicar a obra.
“Sou agradecido a todos que me deram inspiração e também contribuíram, dando a sua opinião para que eu pudesse expressar as minhas ideias”.

Natural de João Pessoa, André Cardoso Gomes tem desenvolvido a sua escrita na literatura de cordel.
Por ocasião do Projeto Ano Cultural Paulo Freire, ele apresentou o cordel que a relata a sua experiência de vida e o seu conhecimento adquirido em sala de aula, no Presídio João Bosco carneiro, em Guarabira.
(Blog do Tião Lucena)

Nenhum comentário:

Postar um comentário