braganeto1965@hotmail.com

braganeto1965@hotmail.com

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

6 DE DEZEMBRO: Hoje é o dia do “Papai Noel”




São Nicolau é também conhecido por São Nicolau de Mira e de Bari, Venerado, amado e muito querido por todos os cristãos do Ocidente e do Oriente.

Sem dúvida alguma, é o santo mais popular da Igreja católica e padroeiro da Rússia, de Moscou, da Grécia, de Lorena, na França, de Mira, na Turquia, de Bari, na Itália, das crianças, das moças solteiras, dos marinheiros, dos cativos e dos lojistas.

Filho de nobres, Nicolau nasceu na cidade de Patara, na Ásia Menor, na metade do século III, provavelmente no ano 250 e foi consagrado bispo de Mira, atual Turquia, quando ainda era muito jovem e desenvolveu seu apostolado também na Palestina e no Egito.

Mais tarde, durante as perseguições do imperador Diocleciano, foi aprisionado até a época em que foi decretado o Edito de Constantino, sendo finalmente libertado. Segundo alguns historiadores, o bispo Nicolau esteve presente no primeiro Concílio, em Nicéia, no ano 325.

Foi venerado como santo ainda em vida, tal era a fama de taumaturgo que gozava entre o povo cristão da Ásia.

Morreu no dia 6 de dezembro de 326, em Mira e imediatamente, o local da sepultura se tornou meta de intensa peregrinação.

A tradição diz que os pais de Nicolau eram nobres, muito ricos e extremamente religiosos e que era uma criança com inclinação à virtuosidade espiritual, pois nas quartas e nas sextas-feiras rejeitava o leite materno, ou seja, já praticava jejum voluntário.

Quando jovem, desprezava os divertimentos e vaidades, preferindo freqüentar a igreja.

Costumava fazer doações anônimas em moedas de ouro, roupas e comida às viúvas e aos pobres.

Dizem que Nicolau colocava os presentes das crianças em sacos e os jogava dentro das chaminés à noite, para serem encontrados por elas pela manhã e que, dessa tradição, veio a sua fama de amigo das crianças (Papai Noel).

Mais tarde, ele foi incluído nos rituais natalinos no dia 25 de dezembro, ligando Nicolau ao nascimento do Menino Jesus.

A sua figura bondosa e caridosa, símbolo da fraternidade cristã, mantém-se viva e impressa na memória de toda a cristandade.

Agora, também na da humanidade toda, porque perpetuada através dos comerciantes nas vestes de Papai Noel nos países latinos, de Nikolaus na Alemanha e de Santa Claus nos países anglo-saxões.

Mesmo sob falsas vestes, são Nicolau (Papai Noel) nos exemplifica e recorda o seu grande amor às crianças e aos pobres e a alegria em poder servi-los em nome de Deus. (Portal Paulinas)

Nenhum comentário:

Postar um comentário