braganeto1965@hotmail.com

braganeto1965@hotmail.com

quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

AGORA É LEI: Chapéus, aparelhos eletrônicos, fones de ouvidos, óculos escuros e capacetes são proibidos em bancos da Paraíba


O governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), sancionou uma lei que cria uma série de regras de segurança para as agências bancárias do estado.

A publicação foi feita no Diário Oficial desta terça-feira dia (24) e, entre as normas colocadas estão a obrigação da instalação de divisórias nos caixas eletrônicos de autoatendimento; sistema de monitoramento de imagens interligado com a polícia e a proibição de clientes usando chapéu, aparelhos eletrônicos, fones de ouvidos, óculos escuros e capacetes.

Os bancos têm seis meses para se adaptarem à nova lei.

O texto da lei é de autoria do deputado Assis Quintans (DEM).

Ela estabelece ainda que todas as agências bancárias da Paraíba devem ter porta eletrônica de segurança, com detector de metais, antes das salas de autoatendimento e em todos os acessos destinados ao público.

Os bancos também ficam obrigados a instalar armários para guardar objetos dos clientes e um sistema de alarme capaz de permitir comunicação entre o estabelecimento financeiro e outro da mesma instituição, empresa de vigilância ou órgão policial mais próximo.

Além das obrigações com as agências, a lei também determina que os bancos devem fazer a segurança de terminais de autoatendimento que funcionem em outros locais, colocando vigilantes armados nesses pontos.

As exceções nesse caso são os postos instalados dentro de empresas que possuem sistema próprio de segurança.

Os bancos que descumprirem as normas da lei sofrerão penalidade que podem ser advertências, multas, suspensão temporária ou até mesmo interdição total da instituição.

De acordo com levantamento do Sindicato dos Bancários da Paraíba, de janeiro até o dia 19 de dezembro foram registradas 128 ações criminosas contra bancos no estado. (G1-PB)

Nenhum comentário:

Postar um comentário