braganeto1965@hotmail.com

braganeto1965@hotmail.com

sexta-feira, 25 de julho de 2014

Tumulto na Câmara Municipal de Esperança nessa quinta-feira dia 24


Esta postagem do jornalista Joseilton Pereira, publicada no andradenotícias, relata como foi a sessão especial da Câmara Municipal de Esperança nessa última quinta-feira dia 24.
Com a plenária lotada a câmara de vereadores de Esperança, realizou a referida sessão especial para debater o fechamento a Casa de Saúde e maternidade São Francisco de Assis.
A mesma foi dirigida pela mesa diretora na pessoa da presidente vereadora Cristiana Almeida (PSB).
No inicio da sessão a presidente leu um ofício que foi encaminhado pela Irmã Luciana, diretora da Maternidade comunicando sua ausência por motivos de saúde e sua idade.
Em seguida a vereadora convocou o vice-diretor Wagner Gomes que por sua vez passou a palavra a Drª Graça da VERCONSULT que fez uma demonstração contextualizada com gráficos e números mostrando o percentual de atendimento na saúde de Esperança, tanto da Maternidade, como do Hospital Municipal, nesta planilha apresentada pela Drª Graça que também atende na Maternidade ela mostra um quadro preocupante, onde pequenas cirurgias que deveriam ser feitas em Esperança são realizadas em outras cidades, fazendo com que o faturamento dos hospitais da cidade perca dinheiro.
Da mesma forma a planilha mostra o atendimento clinico do Município e mais uma vez, a Casa de saúde e Maternidade fez mais atendimento do que o Hospital municipal.
Nesta planilha também foi apresentado como é possível aumentar o atendimento médico e até mesmo reativar a Maternidade para que venha nascerem novos filhos de Esperança em sua cidade natal, e não em outros centros.
a secretária de saúde do município, Rosete Bezerra, disse que não era interesse do prefeito fechar a maternidade, e fez um balanço alegando que não tem dinheiro para um aumento no repasse da Maternidade.
Na próxima segunda feira os vereadores vão se reunir com a direção da maternidade para formular um documento solicitando do prefeito Anderson Monteiro uma contra proposta.


Nenhum comentário:

Postar um comentário