braganeto1965@hotmail.com

braganeto1965@hotmail.com

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Sou...


Sou como o vento que por ti passa, despercebido,
Como o lamento incontido no momento de dor.
Sou aquele pensamento que o mantem escondido,
Como se fosse pecado, o desejo de um amor.

Sou da palavra a letra, que você não ousa a escrever
O brilho inconfundível de uma estrela, com os olhos a tocar.
Sou aquele sentimento que rejeita, mas, que faz parte de você,
Como se fosse tão errado, a esperança de um dia amar.

Sou o tempo que passa, mas, que não consegues perceber,
As mudanças da face, a qual não pode mudar.
Sou o peso da balança, independente, mesmo sendo em você,
A voz amiga, o grito de alerta para você, despertar.

Sou e sempre serei, estou e sempre estarei,
Na energia dos teus passos, mesmo não me vendo, nem querendo.
Sou aquele, que um dia nos próprios braços te carregarei,
Sim, sou eu mesmo, seu DEUS, em ti, contigo vivendo..

(Claudio Freitas)

Nenhum comentário:

Postar um comentário