braganeto1965@hotmail.com

braganeto1965@hotmail.com

terça-feira, 21 de abril de 2015

Ficamos cegos pelo costume


Caminhando na rotina
A desigualdade na nossa frente
Ficamos cegos pelo costume
Mas algo ficou em minha mente.

Crianças trabalhando com o fogo
E esperando algum trocado ganhar
No semáforo de trânsito
Eu fiquei a observar.

Nas ruas pessoas pedindo
Algo pra se alimentar
Enquanto muitos ali passeiam
Querendo apenas gastar.

Triste é a situação
Em que o homem catando sobrevivência
Procura comida
Na dolorida ausência
De Humanidade
Muitos fingem não saber
Dessa triste realidade
O mundo está submerso
Na imensa Desigualdade.

E muitos fingem não saber
E muitos fingem não ver
A desigualdade na nossa frente
Ficamos cegos pelo costume
Mas algo ficou em minha mente.

(Émyle Farias)

Nenhum comentário:

Postar um comentário