braganeto1965@hotmail.com

braganeto1965@hotmail.com

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Paraíba registra 2 mil e cem casos de câncer de pele entre 2016 e começo de 2017


O Portal Correio traz nesta segunda-feira 30, uma informação preocupante para a população que se expõe muito ao sol, sem proteção.
A exposição excessiva ao sol vem fazendo com que os casos de câncer de pele, melanoma ou não-melanoma, chegassem aos 2,1 mil entre 2016 e o começo deste ano, segundo estimativas da Secretaria de Saúde do Estado.

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), o câncer de pele é divido em dois tipos. O melanoma é o que apresenta a menor porcentagem dos cânceres registrados, mas é o mais grave, com alta possibilidade de metástase, que ocorre quando o câncer se propaga por outras partes do corpo. Se identificado em fase inicial, a chance de cura é considerada boa.
O outro tipo de câncer de pele é o não-melanoma, o mais frequente no Brasil, porém de menor taxa de mortalidade, e que atinge 30% de todos os casos de tumores malignos no Brasil.
Segundo o Portal Correio, na Paraíba, os dados da Saúde mostram que tanto homens como mulheres são afetados quase que da mesma proporção pela doença, com estimativa de 1.050 casos para cada gênero.
Com relação a mortes, a Saúde contabilizou 153 mortes por câncer de pele, sendo 91 casos em 2015 e 62 em 2016, até o dia 20 de dezembro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário