braganeto1965@hotmail.com

braganeto1965@hotmail.com

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

O LINGUARUDO

O senador Zé Maranhão abastece o próprio avião com dinheiro do Senado e torrou 11 mil reais em cinco dias. Um levantamento feito pelo Blog do Diego Lima, realizado no site do Senado, conseguiu informações sobre os gastos com combustível para abastecer a aeronave pessoal do senador José Maranhão.
O morubixaba do PMDB paraibano gasta boa parte da sua cota parlamentar para abastecer o próprio avião e fazer viagens, não se sabe se para atividades parlamentares ou para atividades particulares; O que se sabe é que o senador paraibano tem gastado muito dinheiro do erário público. (Blog do Tião Lucena)
O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), deputado estadual Gervásio Maia Filho (PMDB), foi vítima da fraude do 'fio preto' da Energisa, que forjava 'gatos' para cobrar altas multas aos consumidores na Paraíba. No dia 14 de março de 2013, o parlamentar denunciou na tribuna da Assembleia Legislativa o constrangimento que passou devido a uma inspeção da empresa em sua residência, em dezembro de 2012. "Eles puxaram fio, minha casa ficou sem energia, foi um constrangimento total. Eles estão fazendo isso em toda a Paraíba", denunciou o parlamentar. (Blog do Dércio)
O deputado federal Enio Verri (PT-PR) produziu um imperdível vídeo que humilha a Globo. O parlamentar, que é presidente do PT do Paraná, recortou reportagens sobre as nomeações de Lula (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria Geral da Presidência). O resultado do trabalho do deputado é impressionante: prova a seletividade do judiciário e parcialidade da Globo — e vice-versa. (Polêmica Paraíba)
Um plano de saúde está sendo obrigado a arcar com os custos de uma fecundação in vitro de uma paciente com infertilidade na Paraíba. A Ação de Obrigação de Fazer foi concedida pela juíza da 8ª Vara Cível da Comarca da Capital, Renata da Câmara Pires Belmont. Mesmo que o tratamento não esteja previsto no rol da Agência Nacional de Saúde (ANS), a empresa terá que arcar pois os cuidados com a infertilidade feminina está prevista em lei, determina a sentença de terça-feira (14). (G1-PB)

Nenhum comentário:

Postar um comentário