braganeto1965@hotmail.com

braganeto1965@hotmail.com

segunda-feira, 8 de maio de 2017

Senador Cássio Cunha Lima não acredita que a reforma trabalhista aprovada na Câmara será alterada no Senado


O senador Cássio Cunha Lima (PSDB) defendeu a reforma trabalhista e acusou a oposição de estar fazendo terrorismo, ao divulgar que as mudanças vão retirar direitos das pessoas.
Em entrevista ao programa Senado em Revista, o tucano disse que o projeto (PLC 38/ 2017) vai tirar pessoas da informalidade e garantir Carteira assinada para 20 milhões de desempregados.
Cássio não acredita que o texto seja alterado no senado, embora afirme que haverá um debate amplo sobre o tema.
A proposta da reforma trabalhista foi aprovada na Câmara dos Deputados no fim de abril com 296 votos favoráveis e 177 contrários.
No senado, vários senadores já se manifestam contrários à iniciativa e estão reivindicando mais discussões.
Os primeiros embates devem começar nesta quarta-feira (10), quando haverá a primeira audiência pública conjunta da CAE e CAS, sobre o assunto, com a presença do presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Ives Gandra Filho.
Ricardo Ferraço (PSDB-ES) já avisou que só apresentará seu relatório, após ouvir as manifestações contrárias e favoráveis, e previu que apresentará o texto até o fim do mês.

(Jornal da Paraíba)

Nenhum comentário:

Postar um comentário