braganeto1965@hotmail.com

braganeto1965@hotmail.com

terça-feira, 11 de julho de 2017

Por causa das greves mais de 15 mil alunos saíram da UEPB


Mais de 15 mil alunos da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) se desligaram da instituição entre 2013 e 2016, período, durante o qual foram deflagradas duas greves de professores e servidores técnico-administrativos.
Dados da Pró-Reitoria de Graduação atestam que entre 2013 e 2016, 15.128 alunos se desligaram da UEPB, apresentando como motivo, a indefinição sobre a conclusão dos cursos nos quais se matricularam.
De acordo com o professor Eli Brandão, Pró-Reitor de Graduação da UEPB, os cursos campeões de evasão de estudantes foram os de licenciatura. Os cursos de Odontologia, Psicologia, Fisioterapia, Direito, no Campina Grande; e Engenharia Civil, no Campus de Araruna, são os mais concorridos e segundo o pró-reitor registraram menos evasão motivada pelas greves.
No caso específico dos cursos da área de Saúde, no entendimento do professor Eli Brandão, a parcela dos alunos que pediram desligamento migrou para instituições privadas. “Esses estudantes conseguiram bolsas do Prouni, na certeza de sua absorção pelo mercado de trabalho depois de graduados”, disse.

(PBagora-Focando a Notícia)

Nenhum comentário:

Postar um comentário